Google Assistant, Nova plataforma para criar uma IA via voz em torno do sue mundo

Nova plataforma da gigante aproveita todo o ecossistema de informações da empresa sobre a web e os usuários.

Enquanto o Facebook e a Microsoft estão criando bots discretos em aplicativos de mensagens, o Google tomou outra direção. A empresa apresentou nesta quarta-feira, 18/05, o chamado Google Assistant, um novo assistente inteligente que reúne informações complexas que a empresa possui sobre o mundo e os dados detalhados que a empresa possui sobre o usuário para criar uma IA via voz que gira em torno do seu mundo.

Criado com base na busca do Google, no conhecimento individual do Google Now e no seu perfil Google, e no reconhecimento de linguagem natural avançad do Android, o Assistant é feito para ser sociável e te ajudar a fazer as coisas, afirma o CEO do Google, Sundar Pichai.

Por exemplo, você pode apontar seu celular para uma escultura famosa e perguntar “Quem fez isso?” para o Google Assistant, e o bot consegue misturar dados de localização e reconhecimento de imagens para identificar exatamente o que você está vendo e fornecer a resposta em segundos.

O recurso também utiliza o conhecimento do Google sobre você para questões específicas. No palco, Pichai perguntou “Quais filmes estão passando hoje?” e o Assistant mostrou resultados de filmes que o Google achou que ele iria gostar e estavam passando no seu cinema local. Perguntas seguintes – todas entregues em linguagem natural, usando comandos como “Mas é bom?” – permitem ao usuário refinar a busca por filmes para crianças, e até comprar ingressos.

Mas o mais interessante é que o Google Assistant não é um programa separado como o Cortana, da Microsoft, ou os chatbots, do Facebook. Em vez disso, parece se ligar às habilidades de buscas que já estão presentes nos vários aparelhos e sistemas do Google, impulsionadas pelo poder da nuvem gigante do Google e iniciado pela voz do usuário. Assim como o Gmail, o Google Photos e o Google Now, Pichai enxerga o Assistant como “uma experiência de ambiente que se estende pelos aparelhos” para que você possa usar seu poder em qualquer lugar – incluindo aí o novo Google Home.

Vale destacar que o assistente do Google poderá se conectar com apps e serviços de terceiros, como Uber, Spotify e Fandango, entre outros.

O Google Assistant é essencialmente o que teríamos se o Google Now e o Siri, da Apple, tivessem um filho. E dá ao Google uma maneira já muito necessária para injetar seu conhecimento profundo baseado na web no mundo dos apps que estão lentamente substituindo a web aberta nos aparelhos móveis. A novidade chega até o final do ano, fique de olho.

Fonte: Conheça o Google Assistant, uma mistura de Siri e Google Now – IDG Now!