Microsoft anuncia ferramenta do Edge que impede vírus de se espalhar; entenda

mi_edge

A Microsoft anunciou nesta terça-feira, 27, mudanças para tornar o Microsoft Edge mais seguro em ambientes corporativos. De acordo com a empresa, o navegador poderá ser executado em uma máquina virtual, tornando mais difícil invadir o sistema ou roubar dados do usuário.

Com a ferramenta, que se chama Windows Defender Application Guard, os malwares não conseguem acessar o restante da máquina ou da rede. Na prática, isso significa que o vírus será executado apenas na máquina virtual, em algo parecido com uma prisão de segurança máxima, de acordo com a Microsoft.

A tecnologia começa a funcionar no início de 2017 para empresas que vão testá-la e no restante do ano para um público maior. A empresa anunciou também novas funcionalidades de segurança para o Office 365, como o aprimoramento dos recursos de proteção que protegem os usuários de clicar em endereços maliciosos, por exemplo. Essa ferramenta funcionará em serviços como o SharePoint, onedrive for Business, Word, Excel e PowerPoint.

Os administradores de segurança contarão com dados de milhões de máquinas que rodam o Windows para se protegerem melhor.

Fonte: Olhar Digital